Sebastián Coates falou à Sporting TV sobre as primeiras semanas de treino após o regresso ao trabalho na Academia de Alcochete depois do período de isolamento social ditado pela COVID-19, a pensar no retomar da I Liga.

O internacional uruguaio admitiu que não foi fácil assimilar os novos hábitos. "Ao início foi difícil. Por estarmos habituados a chegar e cumprimentar os colegas de equipa e estarmos sempre a brincar. Ao início, treinávamos quatro em cada campo. Tomando as medidas de segurança que são importantes e que o clube decide. Tivemos que nos habituar. Felizmente, correu tudo bem e ninguém correu riscos do vírus", sublinhou.

Coates explicou o que Rúben Amorim tem procurado trabalhar neste 'reencontro' com os jogadores. "Estes primeiros treinos em grupo foram principalmente físicos, mas já começámos a fazer o que o mister pede e a assimilar as ideias dele. Tem sido bom para todos, sempre com a mesma segurança. Estamos numa fase de readaptação e é importante voltarmos a estar todos juntos e poder tocar na bola, o que, para nós, é o melhor. Foi muito tempo fora da Academia e do relvado. Treinávamos em casa, mas não era a mesma coisa. O Rúben está a mostrar-nos as ideias que tem e nós a tentar percebê-las o mais rápido possível", referiu.

Rúben Amorim aproveitou este regresso à atividade para chamar alguns jovens ao convívio da equipa principal. Coates considera tratar-se de uma medida importante. "Os jovens adaptaram-se muito bem ao grupo. Chegaram com fome de querer jogar e isso é importante para todos nós. Adaptaram-se às ideias do 'mister' e têm muita vontade de ganhar e jogar no Sporting. Têm muita qualidade. Estão a treinar connosco, têm de ganhar o seu espaço para depois aproveitar as oportunidades que o 'mister' der", salientou o defesa-central de 29 anos.

Quanto ao regresso à competição, 'apalavrado' para 4 de junho, Coates diz que os jogadores já pensam nisso, mas que esssa não é, para já, a principal preocupação do grupo. "Claro que já pensamos no regresso do campeonato, mas para já queremos voltar a treinar e absorver ao máximo as ideias do mister e assimilá-las, ainda que, claro, sem deixar de pensar no campeonato e no que diz a Liga sobre quando podemos começar. Mas por agora preocupamo-nos mais com aquilo que pede o 'mister'. Deu para saber a vontade que temos de voltar a jogar. Mas como disse, primeiro assimilar as ideias do treinador. Todos nós temos vontade de voltar", terminou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.