Depois da tempestade vem a bonança e, segundo a imprensa nacional, é isso mesmo que vai acontecer com Moussa Marega. Após os desentendimentos com o FC Porto, o internacional maliano pediu desculpa ao clube e foi reintegrado por Sérgio Conceição, agora, só falta a renovação.

Marega chegou ao FC Porto em janeiro de 2016, vindo do Marítimo, e até agora ainda não tinha renovado contrato. Agora, e para motivar o jogador, o clube prepara um novo vínculo contratual. O jogador maliano deve mesmo assinar a proposta feita no início de agosto, ainda antes dos desentendimentos entre as duas partes.

Faltam ainda acertar alguns detalhes, mas o vínculo deve ser prolongado por mais um ou dois anos, ou seja, até 2021 ou 2022, e deve ainda incluir uma subida na cláusula de rescisão - que atualmente está fixada nos 40 milhões de euros. Além disso, o jogador maliano deve ainda receber um aumento salarial.

Tendo em conta a situação, o contrato deve ser assinado logo após o fecho do mercado de transferências, a 31 de agosto. Até porque, Marega tem um dos salários mais baixos do plantel, apesar de ter sido uma das peças fundamentais para Sérgio Conceição na temporada passada.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.