Domingos Paciência, treinador do Belenenses, abordou a derrota por 4-0 diante do Sp. Braga, falando num resultado demasiado pesado para os azuis.

"Foi um resultado volumoso face ao que apresentámos, não é que o Braga não tenha tido oportunidades para marcar, mas a nossa estratégia de tentar que o Braga perdesse confiança, sobretudo no primeiro tempo, foi abaixo quando sofremos um golo quando não contávamos e a equipa estava organizada. Foi um lance algo fortuito, mas que acaba por ditar o jogo. Na segunda parte, sofremos o segundo golo noutro lance fortuito, o Gonçalo corta a bola, que vai ao poste, o Muriel lesionou-se e, a partir daí, a equipa sentiu que não era o seu dia e as coisas não estavam a sair", afirmou Domingos Paciência após o final do jogo.

"Falhámos muitos passes e foram erros próprios para que o Braga criasse condições para ter este resultado. Responsabilidade total do que fizemos, foi mau, o resultado foi desnivelado, temos consciência de que podemos fazer muito mais, mas há dias assim, em que os jogadores querem, mas as coisas não saem", acrescentou o técnico dos azuis do Restelo.

"Não durou mais a partir do momento em que sofremos o segundo golo, tentei que a equipa jogasse mais à frente com a entrada do Fredy, mas o segundo golo foi um K.O. e desmotivou", assumiu Domingos Paciência.

"O Muriel está no hospital, tem uma luxação e estão a tentar pôr o braço no sítio. Não é uma lesão para pouco tempo, tratando-se de uma luxação, é uma situação que nos deixa tristes, o Muriel é um bom profissional e um grande guarda-redes", sentenciou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.