O Benfica informou que depois da primeira hora do sufrágio, 1.573 eleitores já exerceram o seu direito de voto, 515 dos quais no pavilhão da Luz. As urnas abriram às 8h00 da manhã e votação vai decorrer até às 22h00 em 25 locais de voto em Portugal continental.

Entretanto, concluída a segunda hora, o total de votantes ascendia já aos 3.734 eleitores, tendo 1177 deles exercido o seu direito de voto no Pavilhão n.º 2 do Complexo Desportivo do Estádio da Luz.

"Hoje é um grande dia para o SL Benfica! Os Sócios, a razão de ser deste clube, podem vir expressar o seu entendimento sobre quem querem que governe o Benfica nos próximos quatro anos. Fico muito feliz por este dia, e faço um apelo para que todos compareçam e votem", começou por dizer presidente da Mesa da Assembleia Geral das águias, João Duque Vieira, em declarações à BTV aquando da abertura do sufrágio.

Recorde-se que as eleições estavam agendadas para a próxima sexta-feira, dia 30, mas as restrições de circulação impostas para o próximo fim de semana, provocadas pela pandemia Covid-19, anteciparam para esta quarta-feira. O ato eleitoral promete forte adesão, apesar do atual estado de pandemia, havendo a expectativa de saber se poderá vir a ser batido o recorde de votação fixado em 2012, quando Luís Filipe Vieira bateu Rui Rangel.

Em 2016 foram 13.257 os sócios que votaram e deram a reeleição a Luís Filipe Vieira, num ato eleitoral a que se apresentou sozinho, enquanto o recorde foi registado em 2012, num ano em que votaram 22.676 sócios e em que, além de Vieira, também Rui Rangel se apresentou a votação.

Os candidatos também já começaram a reagir ao arranque do ato eleitoral.

Na história do clube é apenas a sétima vez que concorrem três listas à liderança, e apenas não existe o recorde de quatro porque a candidatura da lista C, encabeçada por Luís Miguel David, e proposta por Bruno Costa Carvalho, se retirou.

Hoje, os benfiquistas vão escolher entre a lista A, de Luís Filipe Vieira, de 71 anos, o presidente em exercício e a pessoa com mais tempo na liderança do Benfica, há 17 anos, desde 2003, e os antigos vice-presidentes Noronha Lopes e Rui Gomes da Silva.

João Noronha Lopes, de 54 anos, gestor, iniciou a participação ativa no clube ainda em 2000, quando fez parte de um movimento que impulsionou a chegada de Manuel Vilarinho à liderança, então numa fase crítica na vida do emblema lisboeta e derrotando Vale e Azevedo.

O candidato da lista B foi ‘vice' de Vilarinho, e Rui Gomes da Silva (lista D), advogado e antigo ministro, de 62 anos, ex-hoquista do clube, foi ‘vice' de Luís Filipe Vieira, entre 2009 e 2016, mas do qual se tornou crítico.

O sufrágio de hoje - que manterá Luís Filipe Vieira como 33.º presidente ou elegerá um 34.º, entre Noronha Lopes e Gomes da Silva - será feito por voto eletrónico, num ato antecipado em dois dias, devido à proibição de circulação de pessoas entre concelhos, como medida de combate à pandemia de covid-19.

*notícia atualizada às 10h25 com os dados da segunda hora de votação

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.