O FC Porto voltou a colocar-se a dois pontos do Benfica, ao vencer em casa o Paços de Ferreira por 2-0. Do jogo e da exibição q.b. da equipa de Sérgio Conceição fica o golaço de Zé Luís. O avançado nem era para estar na ficha de jogo, mas entrou para o lugar do lesionado Aboubakar e fez uma autêntica obra de arte, que certamente vai figurar entre os melhores golos da temporada.

Com apenas uma mudança na equipa em relação ao jogo com o Young Boys (Manafá rendeu Mbemba), o FC Porto entrou frente ao Paços de Ferreira com muita lentidão e incapaz de criar oportunidades de golo em ataque continuado. O 1-0 chegou, por isso, de bola parada. Alex Telles marcou um canto perfeito na direita, a bola viajou até ao segundo poste e encontrou Loum, que cabeceou para o fundo da baliza de Ricardo Ribeiro. Foi a estreia a marcar do senegalês desde que em janeiro foi contratado ao SC Braga.

O Paços de Ferreira teve uma grande oportunidade para empatar aos 27 minutos, com Hélder Ferreira a rematar em jeito para uma defesa apertada de Marchesín, que Douglas Tanque não conseguiu recargar. A equipa de Pepa foi conseguindo, a espaços, chegar à baliza portista, mas faltava-lhe assertividade no momento de finalizar.

Aos 35 minutos, numa boa jogada dos dragões, Marcano descobriu Otávio entrelinhas e este lançou Marega, que acabou por rematar ao poste. O lance antecedeu mais uma lesão de Aboubakar, que se estreava como titular esta época na I Liga, depois de ter bisado na Liga Europa frente ao Young Boys. O avançado camaronês sentou-se no relvado, agarrado à parte de trás da coxa, e pediu para sair, entrando no seu lugar Zé Luís - que era para estar na bancada, mas uma indisposição de Fábio Silva 'atirou-o' para o banco de suplentes).

O segundo tempo arrancou com o FC Porto a reclamar grande penalidade aos 52 minutos, após queda de Otávio na área num lance com Diaby. Tiago Martins mandou seguir. A equipa portista tinha o domínio total do jogo, frente a um Paços inofensivo, mas tardava em rematar à baliza de Ricardo Ribeiro.

Apenas dois momentos evitaram que a partida se tornasse um enorme bocejo: a entrada de dois adeptos em campo, que se estendeu por algum tempo face à incapacidade dos 'stewards' de travar um deles, e o 2-0 da autoria de Zé Luís, o único momento de classe da noite (76'). Tudo começou num passe longo de Alex Telles, com o avançado cabo-verdiano, já no interior da área, a receber a bola no peito, de costas para a baliza, e a rematar de forma acrobática para um dos golos da temporada. Para ver e rever.

Até ao apito final, já com Nakajima em campo e Pepa expulso por protestar uma decisão do árbitro, ainda houve tempo para Sérgio Oliveira enviar nova bola ao ferro (90+3'), mas já sem efeitos no marcador.

Na classificação, o FC Porto passou a somar 31 pontos, menos dois do que o Benfica e agora mais sete do que o Famalicão, terceiro, e 11 face ao Sporting, quarto classificado, enquanto o Paços de Ferreira é 17.º e penúltimo, com oito.

O momento

Golaço de Zé Luís: Após cruzamento de Telles, o avançado cabo-verdiano, na área, dominou de peito e marcou de pontapé de bicicleta, com o pé direito. Um momento de inspiração, nas palavras do próprio, que promete figurar entre os melhores golos da temporada.

O melhor

Loum: Sim, o golo de Zé Luís vale por um jogo inteiro, mas a exibição de Loum também merece ser nota de destaque. O senegalês tem vindo a ganhar confiança e isso nota-se nos seus movimentos em campo, com destaque para aquele túnel a Diaby. Assinou o golo que desbloqueou o jogo, naquela que foi a estreia a marcar de dragão ao peito.

O pior

Lesão de Aboubakar: Depois do 'bis' decisivo na Liga Europa, o avançado camaronês voltou a ser titular no FC Porto, mas uma nova lesão impediu-o de dar o seu contributo, tendo sido rendido ainda na primeira parte por Zé Luís.

Reações

Sérgio Conceição fez revelação sobre palavras de Zé Luís e comentou a lesão de Aboubakar

Pepa: "Temos de olhar para nós e perceber tudo o que fizemos de bom"

Zé Luís sobre o golo acrobático: "São momentos de inspiração"

Ricardo Ribeiro: "O resultado acaba por ser justo"

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.