O FC Porto venceu o Vitória de Guimarães, por 3-0, subindo ao segundo lugar do campeonato. Os vimaranenses ficaram reduzidos a 10 elementos aos 45 segundos de jogo, após expulsão de Tapsoba por falta sobre Marega. O maliano acabou mesmo por ser a grande figura do jogo, com um 'bis' (14’ e 90+3’). Marcano (90+2’) apontou o outro golo dos 'dragões', numa altura em que os vimaranenses tinham apenas nove jogadores em campo, por força da expulsão de Davidson.

Para a receção ao Vitória, Sérgio Conceição escolheu o mesmo onze que bateu o Benfica na Luz, repetindo Corona na lateral-direita e Romário Baró no meio-campo. Já Ivo Vieira promoveu a estreia de Lucas Evangelista.

Ainda nem um minuto de jogo havia passado e o Vitória de Guimarães já estava em apuros, com a expulsão de Tapsoba, após derrubar Marega no limite da área. Carlos Xistra entendeu que o avançado maliano ia isolado e mostrou vermelho ao defesa vitoriano, decisão que foi confirmada pelo VAR.

No seguimento da expulsão, Ivo Vieira colocou Pedro Henrique no centro da defesa e puxou Lucas Evangelista para o meio-campo, sacrificando Pepê.

O FC Porto, em superioridade numérica, não precisou de muito tempo para chegar à vantagem. Aos 14 minutos, Corona cruzou para Marega desde a direita, e o maliano, que já tinha marcado no clássico, conseguiu tirar Bondarenko do caminho e rematar para o fundo da baliza.

Os vimaranenses não se deixaram abater pelo golo de Marega – bem Rochinha (18’) a receber o passe de Davidson, mas a permitir a defesa de Marchesín – enquanto os ‘azuis e brancos’ iam controlando a partida com bola. Aos 29’ Corona cruzou para o segundo poste e Iván Marcano saltou mais alto que Pedro Henrique, mas o cabeceamento saiu ligeiramente por cima da baliza de Miguel Silva.

Ainda antes do intervalo, o Vitória voltaria a sofrer novo contratempo. Al Musrati teve de ser substituído por João Carlos Teixeira, e, no lado do FC Porto, Pepe também deixou a partida com queixas no joelho, na sequência de um choque com Davidson – entrou Mbemba. Foi, de resto, uma primeira parte atribulada, mas com pouco jogo jogado.

O FC Porto continuou a controlar a partida na segunda metade, face a um Vitória de Guimarães fragilizado, mas que nunca baixou os braços. Na sequência de um canto ao minuto 55, Mbemba apareceu solto na área a cabecear, mas acabou por atirar para fora. Pouco tempo depois, Miguel Silva afastou a soco um cruzamento para a área, mas acertou em Marcano, que ficou queixoso. Os ‘azuis e brancos’ reclamaram grande penalidade, Carlos Xistra foi ao VAR, mas entendeu que o choque foi natural.

Por esta altura o jogo começou a partir um pouco, com a equipa de Ivo Vieira a tentar criar algum perigo junto da baliza de Marchesín. Mas o FC Porto estava atento, e ainda tentou o 2-0 por Marega (64'), a rematar colocado para as mãos de Miguel Silva, e por Romário Baró (75'), a obrigar o guardião vitoriano a uma grande defesa para a frente.

Logo a seguir, foi a vez de o Vitória colocar Marchesín em sentido: remate de Luvas Evangelista já na área, a obrigar o guarda-redes portista a uma defesa apertada. Rochinha ainda tentou a recarga, mas estava já em posição irregular. Sérgio Conceição aproveitou o momento do jogo para lançar Tiquinho Soares e Otávio (saíram Zé Luís e Baró).

O Vitória de Guimarães viria a ficar sem mais um jogador: Davidson (80') reclamou canto de forma veemente, Carlos Xistra deu-lhe o amarelo e depois o vermelho direto por protestos. O brasileiro ficou de cabeça perdida e teve de ser Ivo Vieira a tirar o jogador de campo.

Tal como no primeiro tempo, o FC Porto voltou a aproveitar a instabilidade do adversário para causar estragos. Aos 88 minutos, Marcano fez 2-0, na recarga a uma defesa incompleta de Miguel Silva, e Marega fechou as contas (90+3), bisando na partida.

Este resultado permite aos 'dragões' subir ao segundo lugar do campeonato com nove pontos, menos um do que o líder Famalicão, enquanto o Vitória é 16.º com dois, mas menos um jogo disputado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.