Francisco J. Marques, diretor de comunicação do FC Porto, revelou na última noite que os dragões deverão deixar de estar sob alçada do fair-play Financeiro da UEFA, apesar do aviso que irão receber nos próximos dias.

"Isto vai aparecer no site da UEFA e por isso é que estamos a avisar já os nossos adeptos. Isto não tem qualquer tipo de pena nem qualquer tudo de incumprimento. Reafirmamos: assim a pandemia o permita, o FC Porto irá sair do fair-play financeira no final desta época. Só não posso garantir a cem por cento por causa da pandemia, porque não sabemos se as competições vão concluir-se. Correndo a época normalmente - como até agora, que não é normalmente, porque não há público - o FC Porto sairá do fair-play financeiro", disse, em declarações ao Porto Canal.

Sobre o aviso que deverá surgir nos próximos dias, o responsável da comunicação azul e branca explicou que, devido à pandemia, o clube enviou mais tarde as demonstrações para o licenciamento, algo que a UEFA compreendeu, tendo em conta as dificuldades vividas por muitos clubes pela Europa fora.

"O FC Porto enviou uma carta à UEFA a pedir para entregar mais tarde porque a época de transferências ainda não tinha terminado. Enviou tudo até 15 de dezembro e a UEFA agora respondeu, dizendo que tendo em conta as circunstâncias excecionais causadas pela pandemia e o impacto económico que teve em todos os clubes (...) o Club Financial Control Body decidiu que este não era um caso de incumprimento, apesar de não ter respeitado a data de 15 de setembro (...) que não iria haver decisão disciplinar sobre isso, iria apenas haver um aviso e que o assunto ficava encerrado", explicou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.