Depois de duas épocas seguidas a meio da tabela na I Liga portuguesa de futebol, o Portimonense assegurou mais de uma dezena de reforços, incluindo três internacionais, para consolidar o seu estatuto na competição.

O treinador António Folha, que conduziu a equipa algarvia ao 11.º posto na última edição da prova, renovou contrato com a SAD liderada pelo empresário Theodoro Fonseca, num projeto sustentado que visa, a médio prazo, atingir patamares europeus.

Na pré-época, o Portimonense viu partir, entre outros elementos, três habituais titulares: os defesas Vítor Tormena e Rúben Fernandes, que reforçaram Sporting de Braga e Gil Vicente, respetivamente, e o médio Lucas Fernandes, que retornou ao São Paulo (Brasil) após um ano de empréstimo.

Para colmatar a perda destas três peças fundamentais do seu xadrez, o emblema de Portimão mostrou-se bastante ativo no mercado, contratando mais de uma dezena de jogadores.

O destaque, entre as ‘caras novas’, vai para o lateral-direito japonês Koki Anzai, o médio-ofensivo equatoriano Cevallos (emprestado pelo Lokeren, da Bélgica) e o avançado colombiano Marlos Moreno (cedido pelos ingleses do Manchester City), todos eles internacionais pelos seus países.

Apesar de muito cobiçados, o Portimonense resistiu ao assédio e manteve os dois brasileiros fulcrais na manobra ofensiva: o criativo Paulinho e o extremo Bruno Tabata, que representou a seleção olímpica do seu país no final da época passada.

Os algarvios conseguiram assegurar ainda, em definitivo, o avançado colombiano Jackson Martinez, que apesar das evidentes dificuldades físicas assinou nove golos em 27 jogos na última I Liga.

Na pré-época, a equipa orientada por António Folha somou duas vitórias, batendo a equipa de sub-23 dos ingleses do Chelsea (5-2) e os galeses do Wrexham (1-0).

O Portimonense registou também dois empates - com Marítimo (1-1) e Getafe (0-0) - e quatro derrotas, uma delas na Copa Ibérica disputada em Portimão, frente aos espanhóis do Bétis (1-2), e as outras diante de Sporting de Braga (0-1), dos franceses do Lille (1-2) e dos cataris do Al-Duhail (1-0).

No primeiro jogo oficial da temporada, porém, o Portimonense venceu a Académica (2-0) e qualificou-se para a fase de grupos da Taça da Liga.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.