O Sporting de Braga somou o quinto ‘título’ consecutivo de ‘rei dos pequenos’ da I Liga portuguesa de futebol, isolando-se no segundo lugar do ‘ranking’ da prova, apenas atrás do ‘intocável’ Belenenses.

Em mais uma ‘batalha’ sem história, os ‘arsenalistas’, que arrebatam o 13.º ‘cetro’ nas últimas 18 edições, somaram mais 14 pontos do que o Gil Vicente, inesperado quinto colocado, para repetirem as ‘conquistas’, também confortáveis, de 2017/18, 2018/19, 2019/20 e 2020/21.

Os bracarenses bateram sucessivamente o Rio Ave, por 24 pontos, em 2017/18, o Vitória de Guimarães, por 15, em 2018/19, novamente os vila-condenses, por cinco, em 2019/20, e o Paços de Ferreira, por 11, em 2020/21.

Nestas cinco temporadas, ser o melhor entre os ‘pequenos’ só foi suficiente, uma vez, para ficar entre os ‘grandes’, o que aconteceu em 2019/20, época em que o Sporting de Braga foi terceiro, com os mesmos pontos do Sporting, quarto.

Quanto ao ‘sonho’ do título, que os ‘pequenos’ só lograram ‘roubar’ aos ‘grandes’ em 1945/46 (Belenenses) e 2000/01 (Boavista), nunca esteve perto neste período.

Entre os 17 ‘cetros’ de ‘rei dos ‘pequenos’, agora mais um do que o Boavista, ‘coroado’ a última vez em 2001/02, o Sporting de Braga foi uma única vez vice-campeão, quando, em 2009/10, lutou pelo título com o Benfica até à última ronda.

Como ‘consolação’, em 2021/22, o conjunto comandado por Carlos Carvalhal conseguiu bater os três ‘grandes’, todos na segunda volta: 2-1 em Alvalade, à 19.ª ronda, e, em casa, 3-2 ao Benfica, à 28.ª, e 1-0 ao FC Porto, à 31.ª, para acabar com a invencibilidade dos ‘dragões’ na I Liga, após 58 jogos.

Os ‘arsenalistas’ comprometeram, porém, qualquer ilusão de dar luta aos três ‘grandes’ ainda na primeira volta, que acabaram com 19 pontos perdidos, a oito do Benfica, 12 do Sporting e 15 do FC Porto, com os quais perdeu.

A culpa dá má prestação começou num início desastrado, com apenas três triunfos nas primeiras oito rondas (sexto lugar), sendo que, até meio, o Braga melhorou, com seis triunfos em nove jogos, mas sem se livrar de um pesado 1-6 na Luz.

Mesmo com uma primeira volta ‘tumultuosa’, o Sporting de Braga já virou para a segunda na quarta posição, que ocupa ininterruptamente desde a 12.ª ronda, sem nunca ter estado, porém, a menos de seis pontos do terceiro, sempre o Benfica.

Longe da frente, os ‘arsenalistas’ vão-se, assim, entretendo em dominar entre os ‘pequenos’, sendo que estão agora a oito ‘cetros’ do Belenenses, o verdadeiro, que foi ‘coroado’ pela 25.ª e última vez em 1987/88.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.