O treinador do Famalicão admitiu hoje que está à espera de um Portimonense competente e motivado, mas garante que a sua equipa "vai fazer pela vida" para vencer o adversário da 12.ª jornada da I Liga de futebol.

Ivo Vieira frisou as dificuldades que espera encontrar na partida em casa, ainda assim, salientou a vontade de dar um presente aos adeptos, com a vitória.

“Vamos encontrar um adversário muito competente, uma equipa muito madura, experiente, bem orientada. Em casa temos que fazer mais e melhor e temos que ter esse compromisso em mente. É quase como uma dívida para com os adeptos. Vamos fazer pela vida, ser o mais fortes possível para lhes dar esse momento”, garantiu o treinador, em conferência de imprensa de antevisão do encontro com a equipa algarvia.

O técnico da equipa famalicense apontou ainda as diferenças entre as duas equipas, frisando a juventude de uma comparando com a experiência da outra.

“Basta analisar os dois planteis e ver a proveniência dos jogadores que o Portimonense tem. Jogadores extremamente batidos, maduros, que já estiveram em patamares de excelência e que têm uma maturidade muito grande. Do nosso lado, estamos a falar de uma equipa jovem, que alguns jogadores também vêm de contextos bons e favoráveis, mas que vêm de um processo de crescimento e aprendizagem”, começou por referir Ivo Vieira.

O treinador sabe bem onde a equipa tem de melhorar e admitiu que tudo tem sido trabalhado no sentido de evoluir.

“É uma equipa virada para a frente, mas que teria de ser mais equilibrada e tomar melhores decisões no processo defensivo. Por isso é que se tem sofrido alguns golos. Temos melhorado nesse aspeto, mas temos que crescer muito mais. Em termos de volume ofensivo a equipa tem tido, tem feito golos, mas procuramos que façam mais e melhor”, explicou ainda.

Relativamente às dificuldades que o Portimonense poderá apresentar neste jogo, Ivo Vieira mostrou-se consciente e com estratégia preparada para tentar contrariar.

“Vamos ter um Portimonense forte e motivado, e vamos ter um Famalicão à procura dos três pontos. A jogar nos limites para conseguir esse resultado. Temos que correr atrás, temos de ser muito fortes, muito concentrados, ser uma equipa muito intensa porque o Portimonense é uma equipa muito forte nos duelos, nas bolas paradas, na intensidade do jogo. Nós temos que igualar nesse patamar e tentar, através da nossa organização e qualidade levar a equipa para a frente e conseguir somar os três pontos”, concluiu.

O Famalicão, 13.º classificado, com 10 pontos, recebe no sábado, às 15:30, o Portimonense, no sexto lugar, com 17, numa partida da 12.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, que será arbitrada por Fábio Veríssimo, da associação de Leiria.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.