O secretário de Estado do Desporto, Emídio Guerreiro, mostrou-se hoje satisfeito com a denúncia da Liga Portuguesa de Futebol Profissional ao Ministério Público sobre a existência de "jogos viciados" na II Liga.
A Federbet, organização de casas de apostas europeias, apresentou na terça-feira, no Parlamento Europeu, em Bruxelas, o seu relatório sobre "jogos combinados" na época 2013/14, no qual constam três encontros da II Liga portuguesa de futebol, todos envolvendo a Oliveirense.
O secretário de Estado do Desporto e Juventude disse hoje à Lusa desconhecer esse relatório e a organização que o elaborou, mas que tem já conhecimento de que já foi feita uma denúncia.
"A entidade que promove os campeonatos, a Liga, já fez a participação ao Ministério Público e vamos aguardar serenamente o que se passa, porque a adulteração dos resultados desportivos passa por muitos fenómenos e por isso é que consideramos fundamental a questão da ética no desporto", afirmou.
Emídio Guerreiro, que falava à margem da assinatura de um contrato programa entre o Instituto Português do Desporto e Juventude e a Fundação do Desporto, sublinhou que Portugal "tem uma legislação forte" no que diz respeito ao combate da adulteração dos resultados desportivos.
"O Estado tem uma legislação muito própria e definida na linha daquilo que têm também os países europeus e é a esse nível que temos de fazer. Não se adulteram resultados só para efeito das apostas desportivas online ou não. Há outras situações em que isso pode acontecer e, por isso, é que tudo isto está tipificado e tem o seu enquadramento e, por isso, volto a dizer, compete à entidade organizadora fazer a denúncia nos serviços próprios. Já o fez e fico satisfeito por isso", reforçou.
Sobre a regulamentação dos jogos online, Emídio Guerreiro afirmou que esse "é um problema que tem vários anos" e que está agora a ser resolvido.
"O processo legislativo está a seguir o seu curso e dentro de pouco tempo teremos a regulamentação dos jogos online portugueses a funcionar", assegurou.
Os três jogos da II Liga portuguesa apontados no relatório fazem parte de 510 encontros de futebol europeus da temporada 2013/14 sobre os quais recaem "fortes suspeitas" de resultados combinados, sendo que, destes, 110 não deixam "sombra de dúvidas", segundo o organismo que analisa os fluxos financeiros ligados às apostas.
Apontando que "há outros casos" suspeitos verificados na reta final da II Liga, a organização, que monitoriza os fluxos de capitais e movimentos anormais das probabilidades, considera que foram "viciados", sem qualquer sombra de dúvida, os jogos Oliveirense-Benfica B (1-2), Trofense-Oliveirense (3-0) e Portimonense-Oliveirense (1-0), disputados respetivamente a 05 de abril, 27 de abril e 11 de maio.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.