Este domingo, o Benfica viaja até Vila do Conde para enfrentar o Rio Ave em jogo a contar para a 4ª jornada do campeonato nacional de futebol. Esta tarde, Jorge Jesus fez a antevisão ao encontro e mostrou-se confiante na vitória da equipa encarnada.

A equipa: "Depois de uma paragem de duas semanas, é o regresso à competição. Esperamos um Benfica dominante, à procura da vitória e do golo, sabendo que não joga sozinho e que vai encontrar um adversário que disputa este jogo com muita qualidade, como já o demonstrou. Vai ser um jogo difícil, mas estamos cientes de que vamos encontrar jogos muito difíceis e, se calhar, este é um deles."

Calendário FIFA: "Claro que sim, vou ficar um pouco condicionado. Já era preocupante, uma vez que havia muitos jogos de seleção que, por vezes, não se justificavam. Mas, por termos de sobreviver em cima de todas estas realidades, temos de nos adaptar. Vão surgir percalços pelo facto de os jogadores terem que viajar muito, e muitas vezes aparecem com Covid-19, pelo que temos que nos adaptar, porque temos que viver com ela."

Lucas Veríssimo: "A janela já fechou, o que importa é o jogo com o Rio Ave. O Lucas Veríssimo foi sempre um jogador que esteve na nossa agenda. O que vai acontecer, sabem tão bem quanto eu. Ele, como é óbvio, não faz parte do Benfica neste momento, e tenho que pensar nos meus adversários. Quando chegar na altura de pensar no Lucas Veríssimo, vamos pensar no Lucas Veríssimo. É um excelente jogador, que sempre fiz força para que fizesse parte dos planos do Benfica. Hoje, amanhã ou quando, não sei. Conheço-o bem, é um facto."

Vertonghen e Facundo Ferreyra: "Vamos convocar Vertonghen, deu-nos indicações muito positivas. Não é um caso virgem no futebol mundial, no ano passado tive um caso igual no Flamengo. Tem muito a ver com a disponibilidade do jogador, se está focado no compromisso da equipa... Vai para Vila do Conde. O Ferreyra é um ativo do Benfica, um jogador que, neste momento, não faz parte dos planos do Benfica, mas que, como treinador, respeito, pelo que não o deixo treinar à parte. É jogador do Benfica e está inserido num contexto de trabalho mais intenso, onde precisa de estar porque, mesmo saindo, chegará com mais condições."

O Sporting-FC Porto: "O jogo com o Rio Ave vale três pontos, é o normal. Temos que pensar no que temos que fazer e nos objetivos. Sabemos que podemos ser ajudados por terceiros em relação a outros resultados, e tudo o que se passar nesta jornada, para nós, é indiferente. Queremos jogar para ganhar em Vila do Conde e somar os três pontos. Isso é que não é indiferente. Tudo o resto, não tem interesse."

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.