O Sporting assinou um protocolo de três épocas com o Batuque FC, em setembro de 2017, que garantia ao emblema de Alvalade a preferência sobre sete jogadores (entre os 16 e os 20 anos) e que levou à transferência de 330 mil euros para o clube caboverdiano a 25 de maio de 2018, revela o jornal A Bola na sua edição de quinta-feira.

O mesmo jornal adianta que os jogadores em causa no protocolo assinado por Bruno de Carvalho eram Fabrício Kone, Admirson Soares, Walter Waxel, Widilton Waxel, Kevin Fortes, Junior da Cruz e Julmiro da Silva, e que ficou estabelecido que o Batuque FC deveria "informar no prazo de 48 horas a Sporting SAD de qualquer proposta apresentada por clube/sociedade desportiva terceira para transferir, a título definitivo ou temporário, qualquer atleta".

Já a SAD leonina ficaria encarregue de comunicar ao Batuque se pretendia efetivar o seu direito de preferência prazo de 72 horas após a notificação "sob pena de caducidade do direito de preferência".

"Como contrapartida pela celebração do presente protocolo a Sporting, SAD compromete-se a pagar ao Batuque a verba de €330.000, acrescida de IVA se aplicável, até 20 de outubro de 2017", pode ler-se no acordo a que o jornal A Bola teve acesso.

Ainda segundo o acordo assinado entre Sporting e Batuque, cabia à SAD leonina pagar ao Batuque 5 por cento do valor da transferência dos jogadores, "com limite máximo de 50.000 ou 100.000, consoante os mesmos venham a ser transferidos" a terceiros "por montante inferior ou superior a 3.000.000, a pagar no prazo de 8 dias após recebimento de cada uma das prestações".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.