“Foi a primeira vez que fui operado, estava com um pouco de medo, mas os médicos explicaram-me tudo direitinho. Correu tudo bem. O pessoal ainda brincou comigo a dizer que já estou velho para ter apendicite”, disse, bem-disposto, o central brasileiro que vai falhar os dois jogos amigáveis da selecção “canarinha”, com Inglaterra e Omã.

Rui Costa, director-desportivo dos encarnados, visitou o jogador no Hospital da Cuf, e, apesar de ser uma situação nada agradável, congratulou-se por “o jogador estar ainda em Lisboa e não a viajar”.

A recuperar dentro da normalidade, ainda é cedo para se saber se Luisão estará apto a jogar em Alvalade, dia 28 de Novembro, apesar de Rui Costa dizer que “não é uma operação que em termos futebolísticos o possa condicionar”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.