"A vitória da Académica é justa. Sinto-me envergonhado pela atitude derrotista que os meus jogadores tiveram. Esta gente que veio de Setúbal em autocarro, por amor ao Vitória, merecia mais que aquilo que fizeram em campo", afirmou o treinador, na sala de imprensa, após o final do jogo.

Manuel Fernandes contestou o árbitro assistente que anulou "um golo limpo", segundo ele, quando a equipa já estava a perder por 2-0, mas realçou que a sua equipa precisa de ser mais unida e consistente no futuro.

"Sei aquilo que nos faz falta. Penso que a segunda volta vai ser melhor, com um Vitória à minha imagem. Há um núcleo de jogadores com o qual estou satisfeito, mas há outro que precisa de ser reforçado. Em Janeiro, com mais quatro ou cinco jogadores, vamos dar a volta à situação", concluiu.

Por seu turno, o treinador dos "estudantes", André Villas-Boas, manifestou-se duplamente satisfeito com o triunfo.

"Era o salto que nós queríamos e estávamos à espera. Vencemos e saímos dos lugares de despromoção. Foi mais uma progressão, mas não podemos entrar em histerismo, pois é preciso continuar a pontuar. Foi uma vitória do colectivo, num jogo cheio de objectividade e profundidade", disse.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.