O treinador português José Mourinho disse hoje que nenhum dos futebolistas colocados na ‘prateleira’ no Manchester United sairá do clube inglês por empréstimo após a reabertura do mercado de transferências, em janeiro de 2017.

Na mesma semana em que o empresário de Anthony Martial admitiu a possibilidade de o avançado francês ser emprestado aos espanhóis do Sevilha, Mourinho advertiu que os jogadores dos ‘red devils’ apenas sairão a título definitivo e pelo preço considerado justo, com uma exceção.

“Sam Johnstone é o único jogador que deixarei sair por empréstimo. Não jogou um único minuto e precisa de o fazer”, observou o técnico, em referência ao atual terceiro guarda-redes do Manchester United, que foi suplantado na hierarquia pelo jovem guardião português Joel Castro Pereira, de 20 anos.

Mourinho reafirmou que não deseja a saída de qualquer dos futebolistas da equipa britânica, mas admitiu essa possibilidade para atletas menos utilizados, desde que nas condições exigidas pelo clube de Manchester.

“Até este momento, não recebemos qualquer proposta que estejamos dispostos a aceitar”, revelou o treinador português.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.