Rui Costa evitou tecer grandes comentários acerca da saída de André Villas-Boas para o Chelsea e da consequente promoção de Vítor Pereira de adjunto a treinador principal do FC Porto.

«Neste momento não me preocupa como estão os nossos adversários directos, mas sim aquilo que temos de criar como mais-valia para a nossa equipa. O único comentário é em relação ao futebol português: não fico surpreendido com a saída de qualquer treinador ou jogador, porque isso reflecte a qualidade do futebol português», afirmou o director desportivo do Benfica, à margem da apresentação dos jovens Nélson Oliveira, Miguel Rosa, Ruben Pinto e David Simão como jogadores que farão a pré-época no plantel às ordens de Jorge Jesus.

Sobre as constantes notícias de transferências, Rui Costa limitou-se a dizer que «o plantel não está fechado». «Estamos a fazer tudo para começar a época com um plantel que nos dê garantias de sucesso», concluiu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.