O Benfica recebe este sábado o Paços de Ferreira, em jogo da sétima jornada, e Jorge Jesus garante que não há pressão maior por poder assumir a liderança isolada, ainda que à condição. No entanto, admite que as derrotas europeias de FC Porto e Sporting de Braga «podem facilitar», mas para isso é preciso vencer os pacenses na Luz.

«O Benfica só pensa ganhar, tem sempre a mesma pressão. Depois de dois jogos fora [FC Porto para a Liga e Otelul Galati para a Liga dos Campeões] quero voltar à Luz com uma grande exibição», disse, em conferência de imprensa de antevisão ao encontro.

Ainda que o campeonato não esteja a correr de feição ao Paços de Ferreira, o técnico encarnado ressalva que não há margem para derrapagem. «Não podemos facilitar».

Sem contar com Enzo Pérez e Nelson Oliveira, que ainda recuperam de lesões, Jesus foi confrontado com um problema de Javi Garcia no treino desta manhã e ainda não sabe se contará com o espanhol para o encontro.

«Tivemos um problemazinho no treino, não sei se até amanhã recupera. De resto não temos mais problemas», explicou, ainda que sinta «Gáitan e Cardozo com alguma fadiga física». Como vai haver paragem na Liga para os compromissos das seleções, o técnico assume que deverá lançar os dois jogadores.

Questionado ainda sobre a crise que se vive no FC Porto e a possível saída de Vitor Pereira do comando técnico, Jorge Jesus não teceu qualquer comentário.

O Benfica-Paços de Ferreira, da sétima jornada da Liga, joga-se este sábado no estádio da Luz, às 20h30.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.