“Nos últimos seis meses, tive muitos problemas, principalmente relacionados com pequenas lesões. Agora estou bem – e aproveito para agradecer ao clube pela forma como sempre esteve ao meu lado –, tenho tudo resolvido. Agora sim, posso começar a trabalhar bem, só espero, e faço figas, para que continue sem problemas físicos”, afirmou em declarações ao site do Sporting.

O internacional francês salientou que o grupo de trabalho vai estar pronto no início da temporada para que o Sporting “consiga coisas positivas” e defendeu que a equipa tem que ser regular.

“Este ano teremos de ser muito mais regulares, até porque um clube como o Sporting não pode ser tão irregular como na época passada. Seguramente, estaremos melhor e, desde o início da época, no topo da tabela”, disse.

Quanto a golos, o avançado recusa estabelecer metas e garante que o mais importante é o colectivo.

“Sou um avançado e a minha função é marcar golos, mas mais importante do que eu marcar 20 golos numa época é que o colectivo atinja aquilo a que se propõe. Nunca na minha carreira impus um objectivo de golos, pois marcar golos ou fazer assistências significa o mesmo, mas, como disse, o importante é que a equipa vença”, defendeu.

A terminar, Sinama-Pongolle, que chegou ao Sporting em Dezembro, mas que teve dificuldades nos primeiros meses no clube, devido a pequenas lesões e problemas familiares, salientou a importância do apoio dos adeptos.

“Que continuem, desde o princípio da época, a apoiar como apoiaram na última temporada. Da nossa parte, podem esperar o nosso melhor, somos profissionais e queremos dar sempre o melhor”, afirmou.

“Temos as cores e a camisola do clube para defender da melhor maneira. O Sporting é um clube grande e tudo faremos para conquistar muitos títulos”, concluiu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.