Bruno de Carvalho, presidente do Sporting, aproveitou a Assembleia Geral do clube leonino para falar aos sócios e deixar alguns recados.

"Portugal não quer o Sporting, o futebol não quer o Sporting. Pelo futebol isto fica dividido a dois [Benfica e FC Porto]. O Sporting veio baralhar isto tudo! Esta direção está a dar o corpo e alma pelo Sporting. Com o meu pai aqui presente, digo que para fazer mal ao Sporting vão ter de me matar", disse Bruno de Carvalho, citado pelo jornal A Bola.

O líder do clube de Alvalade comentou ainda o caso Doyen: "Não falem do que não sabem, do processo da Doyen, de fatos e gravatas. (…) Disse que os nossos adversários estão a tremer. Um Sporting forte assusta muita gente".

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.