O treinador do Belenenses SAD afirmou hoje que uma vitória na receção ao Paços de Ferreira, da 13.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, permite escalar algumas posições, fruto do equilíbrio na tabela classificativa.

“É um jogo importante para darmos um passo e ficarmos mais à frente. Há muitas equipas próximas umas das outras e, com duas vitórias seguidas, as equipas dão um salto na tabela classificativa”, expressou Petit, em conferência de imprensa de antevisão ao encontro, realizada através da Internet.

Os ‘azuis’ apresentam um registo idêntico tanto no seu terreno como a jogar como visitante, com um triunfo, três empates e duas derrotas nas duas circunstâncias, e Petit reconheceu que esse equilíbrio “é bom”, pois indica que, “jogando em casa ou fora, a equipa é sempre a mesma”, admitindo que o Belenenses SAD podia ter mais pontos.

“Num ou noutro jogo, podíamos ter tido outra felicidade, mas faz parte do campeonato e do crescimento da equipa. Este equilíbrio é bom, é sinal que a equipa sabe o que tem de fazer. Jogando em casa ou fora, a equipa é sempre a mesma, com os mesmos processos, dinâmicas e identidade. Temos de fazer mais golos, criamos essas situações e não permitimos aos adversários muitas oportunidades de golo”, salientou.

Petit espera “um jogo extremamente difícil” perante um Paços de Ferreira “com qualidade, com os processos bem definidos e a fazer uma boa época”, mas quer “ir à procura dos três pontos” e “dar uma boa resposta” no seu estádio, apesar de ter em dúvida o defesa Henrique e o avançado Silvestre Varela.

“Sabemos bem os processos do Pepa em termos defensivos e ofensivos. Tem a sua referência no ataque e, às vezes, num jogo mais direto, usa o ponta de lança com os extremos a entrarem nas costas e os médios a aproximar. Efetua bons cruzamentos, é uma equipa intensa e organizada defensivamente, à espera do erro”, analisou.

Os centrais Cafú Phete e Tomás Ribeiro estão de regresso após castigo e aumentam o leque de opções no centro da defesa, após o regresso de lesão prolongada do capitão Gonçalo Silva na jornada anterior, diante do Gil Vicente (0-0), levando Petit a agradecer devido à série de jogos no mês de janeiro.

“É bom para o treinador ter essas opções, com jogos de quatro em quatro dias”, referiu, acrescentando: “É bom o regresso do Gonçalo, permite mais soluções. Tem sido fantástico, temos trabalhado com ele, temos de o gerir em termos físicos porque qualidade ele tem e é mais uma opção para amanhã [domingo]”.

Os poucos golos marcados pelo Belenenses SAD ainda são uma preocupação, com Petit a reforçar a vontade de ter “um jogador diferente para a frente”, que venha acrescentar qualidade ao plantel, embora afirme estar satisfeito com os jogadores que tem ao dispor, desejando que as saídas sejam efetuadas apenas em caso de “uma proposta irrecusável”.

Belenenses SAD, 13.º classificado, com 12 pontos, recebe o Paços de Ferreira, sexto, com 19, no jogo de encerramento da 13.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, no domingo, a partir das 20:00, no Estádio Nacional, em Oeiras, com arbitragem de João Pinheiro, da associação de Braga.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.