Jorge Nuno Pinto da Costa, presidente do Futebol Clube do Porto, esteve no balneário do árbitro Jorge de Sousa, no final do encontro do passado domingo frente ao Moreirense.

O encontro consta do relatório da equipa de arbitragem, divulgado no site da FPF, que refere que Pinto da Costa e Luís Gonçalves, diretor para o futebol dos 'dragões', se dirigiram "ao balneário da equipa de arbitragem de forma rápida para se despedirem da mesma."

"O jogo teve início com 4 minutos de atraso derivado a entrada tardia do clube visitante e do minuto de silêncio que foi respeitado. O intervalo teve a duração de 17 minutos derivado à entrada tardia desta feita pela equipa visitada. Foram adicionados 1 minuto de compensação no primeiro tempo e 9 minutos ao segundo por motivo de substituições, assistência a jogadores lesionados e por necessidade de intervenção do VAR. No final do jogo o diretor do clube visitante, Sr. Luís Gonçalves e o senhor presidente do mesmo clube, Jorge Nuno Pinto da Costa, dirigiram-se se ao balneário da equipa de arbitragem de forma rápida para se despedirem da mesma", pode ler-se na parte referente ao quarto árbitro, António Filipe Alves.

O relatório do quarto árbitro do Moreirense-FC Porto
O relatório do quarto árbitro do Moreirense-FC Porto créditos: DR

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.