O FC Porto surge na nova época com estatuto de campeão. A temporada 2021/22 foi de reconquista para os dragões que, não só voltaram a festejar o título de campeão, como também fizeram a dobradinha com a vitória na Taça de Portugal diante do Tondela. Esta será a sexta temporada consecutiva de Sérgio Conceição aos comandos dos azuis e branco; já é, de longe, o treinador com mais anos ao serviço dos dragões. Uma figura incontornável da história recente dos dragões e que parece querer dar continuidade ao seu percurso de azul e branco.

O defeso é o primeiro onde o FC Porto já não se encontra sob alçada da FIFA relativamente ao 'fair-play' financeiro. Apesar de terem mais liberdade na abordagem ao mercado, a filosofia dos dragões não parece ter sofrido alterações; para além de abordar o mercado cirurgicamente, os dragões olham também para dentro;  Sérgio Conceição tem vindo recentemente a explorar o filão da formação do Olival, aproveitando e rentabilizando a geração vencedora da Uefa Youth League em 2018/19.

Apesar da recente mudança de conjuntura financeira, a verdade é que não se esperam alterações na abordagem dos dragões ao mercado. Obviamente que, como qualquer outro clube, os dragões têm de vender para poder reforçar o plantel com as opções desejadas por Sérgio Conceição; todavia, esses reforços têm vindo a ser efetivados de forma cirúrgica e seletiva, como tem sido apanágio da SAD portista nos anos mais recentes.

Reforços

O nome mais sonante no que a reforços diz respeito é, até ao momento, David Carmo. Depois da saída de Chancel Mbemba, os dragões necessitavam de reforçar o eixo da sua defesa e escolheram o jovem central que alinhava no Sporting de Braga. Para garantir o defesa de 23 anos, os azuis e brancos desembolsaram 20 milhões de euros, registando a maior transferência de sempre entre clubes portugueses. O central assinou contrato por cinco temporadas.

Do Brasil chegou Gabriel Veron, oriundo do Palmeiras. O extremo é o mais recente reforço dos campeões nacionais, num negócio cifrado nos 10,5 milhões de euros pela totalidade do passe. Com apenas 19 anos Veron assinou por cinco temporadas, isto depois de ter cumprido toda a sua formação no 'verdão'. Gabriel Veron chega para acrescentar criatividade e irreverência, algo que falta aos dragões desde a saída de Luís Diaz.

Marko Grujic, Stephen Eustáquio e João Marcelo não são propriamente caras novas no FC Porto. O médio croata esteve duas épocas no Dragão por empréstimo, acabado os portistas por garantir a transferência do centrocampista em definitivo, pagando nove milhões de euros ao Liverpool.

No caso de Eustáquio a situação é idêntica. O luso-canadiano chegou no mercado de Inverno da última temporada para colmatar a saída de Sérgio Oliveira. Apesar de não ter tido muitas oportunidades, a verdade é que os dragões acionaram a opção de compra do médio do Paços de Ferreira, num negócio a rondar os 3,5 milhões de euros.

Finalmente João Marcelo também foi uma compra 'interna'. O central brasileiro esteve emprestado três temporadas pelo Tombense, do Brasil, tendo agora sido comprado pelos dragões por 500 mil euros.

Saídas

No que a saídas diz respeito, o FC Porto começa a colher os frutos da aposta e rentabilização dos melhores jogadores oriundos da formação. Com efeito, as maiores vendas dos dragões são dois produtos do Olival; Vitinha e Fábio Vieira rumaram a PSG e Arsenal, respetivamente, negócios que fizeram entrar mais de 75 milhões de euros nos cofres azuis e brancos (Vitinha - 41,50 milhões, Fábio Vieira- 35 milhões).

Apesar destes valores elevados, a saída que mais impacto criou foi a de Francisco Conceição. O jovem extremo rumou ao Ajax por apenas cinco milhões de euros-valor da cláusula da rescisão- num negócio que incendiou o universo portista gerando enorme descontentamento nas hostes azuis e brancas.

Excedentários

Shoya Nakajima

O jogador japonês é um dos nomes a colocar, e aquele que envolve valores elevados (dragões pagaram 12 milhões de euros por metade do passe). Depois de ter mostrado boa forma no empréstimo ao Portimonense na última época, o avançado nipónico procura agora esclarecer o seu futuro.

Mamadou Loum

O médio senegalês está há quatro anos entre empréstimos e equipa B do FC Porto. A imprensa tem associado o Reading ao concurso do jogador, e até o seu treinador Paul Ince já elogiou o africano. Inglaterra parece ser o destino de Loum.

Fernando Andrade

Chegou do Santa Clara no Inverno de 2018/19 mas nunca se impôs no Dragão. Depois de dois empréstimos na Turquia, Fernando Andrade voltou ainda a tempo de se sagrar campeão pelos dragões. Apesar disso, o avançado não está nos planos de Sérgio Conceição para a próxima época.

Romário Baró

Produto da formação portista, o médio cedo foi utilizado frequentemente 2019/20 na formação principal dos dragões, acabando por ir perdendo preponderância no plantel. Depois de um empréstimo mal aproveitado ao Estoril, é de esperar que seja novamente cedido.

Ivan Marcano

Chegou a ser um dos titulares na equipa portista, todavia uma grave lesão afastou o central espanhol durante um longo período de tempo. Já com 35 anos e a entrar no último ano de contrato, a saída é uma hipótese, mesmo sabendo da vontade de Marcano em ficar no Dragão.

Jogos de pré-época

Relativamente aos encontros de pré-temporada o FC Porto realizou oito jogos, tendo obtido oito vitórias. Os testes mais complicados foram os triunfos por 2-1 diante do Vitória de Guimarães e Mónaco, no jogo de apresentação aos sócios.

Destaque ainda para as vitórias diante de equipas da Primeira Liga como o Arouca (5-1), Gil Vicente (2-1) e Portimonense (0-1). Os dragões totalizaram 20 golos marcados, e apenas cinco sofridos.

O próximo desafio dos campeões nacionais já é a doer, trata-se da Supertaça Cândido de Oliveira; o jogo diante do Tondela marca a abertura oficial da época futebolística em Portugal.

Eis os resultados da pré-época

FC Porto 3-0 FC Porto B (6 de Julho)
FC Porto 3-0 Bristol Rovers (9 de Julho)
FC Porto 2-0 Vilafranquense (10 de Julho)
FC Porto 1-0 Portimonense (14 de Julho)
FC Porto 2-1 Vitória SC (16 de Julho)
FC Porto 2-1 Gil Vicente (20 de Julho)
FC Porto 5-1 Arouca (20 Julho)
FC Porto 2-1 AS Mónaco (23 Julho)

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.