O treinador Costinha foi esta quarta-feira apresentado como treinador do Paços de Ferreira, garantindo ser «um prazer e um orgulho» representar um clube que «projeta treinadores e jogadores».

«Quero dar o meu cunho pessoal a esta equipa e escrever o meu nome na história do clube. Também quero ser lembrado como Paulo Fonseca, Rui Vitória e Paulo Sérgio», disse, deixando claro que «o terceiro lugar da época passada é um objetivo difícil de alcançar, mas não há impossíveis».

A participação na fase eliminatória da Liga dos Campeões, que obriga a que a época comece mais cedo, não assusta Costinha, que no Paços de Ferreira tem a sua segunda experiência como treinador principal.

«Não é por aí porque o campeonato começa mais cedo [que a Champions]. Vamos seguramente apresentar um onze digno. Vão sair jogadores importantes mas entrarão outros importantes também», frisou.

O treinador, de 38 anos, assinou por duas épocas com os castores.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.