"Estou confiante, mas ainda há muito trabalho. Espero manter o ritmo das minhas exibições no Benfica para poder ser convocado para o Mundial", adiantou Ramires, antes de se juntar aos "canarinhos" em Teresópolis.

Ramires chegou ao Rio de Janeiro acompanhado pelo central Luisão, seu colega de equipa no Benfica, bem como pelo guarda-redes Helton, do FC Porto, e do médio Gilberto Silva, do Panathinaikos, da Grécia.

O Brasil, já virtualmente apurado para o Mundial da África do Sul, disputa o penúltimo jogo da fase de qualificação com a Bolívia, em La Paz, mas a questão da altitude a que se encontra o estádio foi desvalorizada por Ramires.

"A selecção brasileira tem jogadores muito experientes e já habituados a jogar em altitude e não vejo nenhum problema nisso. Em vez de correr atrás da bola temos que tentar ter a bola", referiu Ramires.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.