O presidente do Rio Ave, António Silva Campos, espera que o Estádio dos Arcos passe na vistoria da Liga que vai acontecer esta tarde e que os rioavenses possam disputar o que falta da I Liga em Vila do Conde.

Em declarações à Rádio Renascença, o presidente do emblema treinado por Carlos Carvalhal considera que o seu reduto tem as condições necessárias para a retoma da competição.

"Estamos preparados e temos a certeza absoluta que vamos ao encontro das exigências, em matéria de desinfeção, ventilação e espaços. Temos quatro balneários e espero que seja possível jogar no nosso estádio. Temos consciência de que temos um estádio de categoria 3, mas a nível de áreas vamos ao encontro das exigências da Direção-Geral de Saúde", disse, recordando ainda que aquando da qualificação para a Liga Europa, o Rio Ave colocou "mãos à obra para ir ao encontro das exigências da UEFA. Gastámos muitos milhares de euros, remodelámos os balneários, a tribuna de imprensa, a tribuna presidencial e os camarotes. A nível interior, é um estádio novo".

Contudo, António Silva Campos admite que caso o Estádio dos Arcos não passe na vistoria, o Rio Ave olha com bons olhos para a alternativa de jogar no Estádio do Dragão, ainda que admita que não existiram conversações com o FC Porto nesse sentido.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.