Rogério Gonçalves considerou hoje que a deslocação ao reduto do Marítimo, é o princípio de uma nova etapa, e que a melhor forma de a iniciar será fazendo pontos, antevendo a partida da 8.ª jornada da Liga portuguesa de futebol.

“Vamos iniciar uma nova etapa sabendo que o importante será fazer pontos” vincou o técnico figueirense justificando: “Temos todo o respeito pelo Marítimo, porém o nosso objectivo vai no sentido de conquistar o maior número de pontos possível”, disse.

O treinador da Figueira da Foz reconhece as muitas dificuldades a enfrentar: “O Marítimo - defrontámo-lo há oito dias atrás - tem uma excelente equipa, não costuma ter este tipo de classificação. Reitero o respeito que o nosso adversário nos merece, todavia, a minha postura e a dos meus atletas só tem um sentido, poder pontuar sempre”.

Defrontar no espaço de oito dias o mesmo adversário não será motivo de preocupação para o treinador da Naval. “São jogos completamente diferentes, analisámos o menos bom e valorizámos o positivo, a seguir preparámos o jogo com a ideia de um bom resultado”, finalizou.

Marítimo e Naval respectivamente 15.º e 14.º classificados com três e quatro pontos, defrontam-se no domingo no Estádio dos Barreiros no Funchal pelas 16 horas, partida que será dirigida pelo portuense, Rui Costa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.