Rolando não poupou nas palavras para criticar Vítor Pereira, ex-treinador do FC Porto, e Antero Henrique, diretor-geral da SAD portista. O central luso-caboverdiano de 27 anos, emprestado pelos "dragões" ao Inter de Milão, contou a Antena 1 que passou nos últimos dois anos no Dragão.

«Tentaram fazer-me a vida negra. Nunca tive relação com o Vítor Pereira, não ganhei nada em trabalhar com ele e desiludiu-me muito como pessoa. Tentou fazer-me a vida negra, aliado a Antero Henrique», acusa o jogador.

Mas a relação com Antero Henrique era saudável, até ao momento em que Vítor Pereira chegou ao comando técnico do FC Porto.

«Eu até tinha uma relação saudável com ele [Antero Henrique], mas, a partir do momento em que chegou Vítor Pereira, complicaram-me tudo, e, do nada, deixei de ser capitão e titular indiscutível, para estar só a treinar como se fosse quase por favor. É uma coisa que eu gostaria de entender um dia», atirou.

O internacional português, nascido em Cabo Verde, esteve na época passada emprestado ao Nápoles, durante seis meses. Com pouco espaço no plantel de Paulo Fonseca, voltou a ser emprestado esta temporada, agora ao Inter de Milão.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.