O FC Porto manteve hoje a liderança da I Liga portuguesa de futebol, ao vencer fora o Santa Clara por 2-1, na 13.ª jornada, salvaguardando-se do que façam Sporting e Benfica frente a Nacional e Marítimo, no domingo.

Tal como o resultado deixa perceber, o campeão nacional passou um duro teste nos Açores, face à réplica dada pelo Santa Clara, que se adiantou no marcador aos 38 minutos, por Zé Manuel, a concluir de cabeça no coração da área de Casillas uma magnífica jogada coletiva.

A verdade é que o FC Porto, que jogou a meio da semana na Turquia frente ao Galatasaray para a Liga dos Campeões, teve mesmo de vestir o 'fato-macaco' e lutar com as mesmas 'armas' do Santa Clara, cujos jogadores foram de uma entrega total do primeiro ao último minuto, para poder sair dos Açores com os três pontos.

Soares igualou à beira do intervalo, na sequência de um pontapé de canto e de uma assistência de Marega, que continua em grande forma e com o 'pé quente', como se confirmaria já na segunda parte, aos 56 minutos, quando estava no sítio certo à hora certa para fazer a recarga vitoriosa a uma defesa incompleta do guarda-redes Marco Rocha, após remate do brasileiro.

Mesmo assim, o Santa Clara nunca 'atirou a toalha' e lutou bravamente por todas as bolas, forçando o FC Porto a fazer o mesmo e, muitas vezes, a ter de recuar à sua área e a defender para segurar a vantagem e os três pontos.

Com este triunfo suado, o FC Porto conserva a liderança com 33 pontos, seguido do Sporting de Braga com 30, do Sporting, com 28 e do Benfica, com 26, mas os dois rivais de Lisboa têm menos um jogo, que completam no domingo, com os 'leões' a receberem o Nacional e as 'águias' a visitarem o Funchal para defrontar o Marítimo, agora orientado por Petit.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.