O Sporting de Braga apresentou hoje as condolências às famílias dos estudantes que morreram na quarta-feira na sequência da queda de um muro junto à Universidade do Minho, em Braga, e disponibilizou-se para ajudá-las.
Num comunicado colocado no seu sítio oficial na internet, o clube bracarense apresenta "as mais sentidas condolências às famílias das vítimas do trágico acontecimento desta quarta-feira na Universidade do Minho, que invade de tristeza e dor toda a cidade e o país".
"O Sporting de Braga disponibiliza-se, desde já, para prestar o auxílio que se entenda necessário às famílias enlutadas", conclui.
Estudantes da Universidade do Minho relataram à Lusa que o muro cedeu após "uma guerra de cursos entre universitários de Engenharia Informática e de Medicina".
Segundo estes relatos, no seguimento de um despique amigável e das provocações entre os universitários dos dois cursos, os alunos de Engenharia Informática subiram pelas caixas de correio embutidas no muro, no topo do qual se encontravam os estudantes de Medicina, e a estrutura cedeu.
Contactada pela agência Lusa, fonte da PSP disse que essa "é uma hipótese que está a ser investigada" pela polícia.
O acidente registou-se às 19:44 de quarta-feira.
Além das vítimas mortais, ficaram ainda feridos mais quatro estudantes, que tiveram hoje alta hospitalar, todos com idades entre os 18 e os 20 anos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.