Depois do triunfo na receção ao Marítimo (1-0), o FC Porto desloca-se esta terça-feira ao reduto do Aves (21h15), em duelo relativo à 27.ª jornada da I Liga. Na antevisão da partida, Sérgio Conceição reagiu às nomeações de Carlos Xistra e Bruno Esteves (VAR) para o duelo desta terça-feira e falou sobre as mudanças que operou na defesa.

Jogo com o Aves: "É um jogo de campeonato. À medida que caminhamos para o fim as equipas têm as suas ambições ainda como é o caso do Desportivo das Aves. Estão numa situação difícil, mas matematicamente ainda é possível. Espera-nos um jogo num campo tradicionalmente difícil", disse Sérgio Conceição a propósito do jogo desta terça-feira."

Defesa renovada: "São preocupações normais, não mais do que isso. Já estive em muitas situações em que tive de arranjar soluções. É para isso que sou pago. É óbvio que os treinadores gostam de poder contar com toda a gente, mas nem sempre isso é possível por um fator ou por outro. Com os jogadores disponíveis é que tenho de arranjar soluções para ganhar no campo do Aves."

Nomeações de Carlos Xistra e Bruno Esteves (VAR) :"Se não dissesse de quem eram as perguntas, adivinhava. Desejo que a equipa de arbitragem de amanhã seja uma não notícia e com isto digo tudo. (...) Espero que todas as equipas de arbitragem sejam uma não notícia, que treinadores e jogadores sejam protagonistas. Já há bastante polémica no nosso futebol, para estar agora a mexer."

Jogo sem adeptos: "Eu sinceramente, devo confessar, que não pensei que fosse assim tão acentuada esta ausência dos adeptos, não pensei que se fosse sentir assim tanto esta ausência dos adeptos. Mas faz falta. Aqui ou acolá o jogador está ligado e tem acontecido no resto da Europa alguns erros, algumas falhas de concentração, que tem acontecido mais vezes e deve ser essa também a razão. Acredito que à medida que se vai jogando as coisas vão melhorando"

Aves com três centrais: "Trabalhámos com essa possibilidade de perceber que contra nós estruturalmente contra nós jogam com uma linha de cinco. Estamos preparados para isso. Jogando contra o Porto, mesmo não jogando assim, muitas equipas apostam nisso e é um sinal de respeito."

Formação do FC Porto: "Temos um plantel que nos dá garantias. Seja um miúdo de 17 anos ou um de 37, dá outras opções. Quanto a esta fornada de jogadores da formação, pode chegar alguém e bater a cláusula... Mas havendo continuidade, com a qualidade que há, o FC Porto está bem servido para ter uma base da formação nos próximos anos."

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.