O FC Porto venceu hoje na receção ao Santa Clara por 2-0, em jogo da sexta jornada da I Liga portuguesa de futebol, e igualou pontualmente o Benfica na liderança, um dia antes de o Famalicão visitar o Sporting. No final do jogo, o treinador do FC Porto mostrou-se satisfeito com o resultado.

O jogo

"Fizemos um jogo consistente. Fomos uma equipa madura, que sabia o que queria e que percebeu que tinha que ter uma dinâmica interessante para criar problemas à organização defensiva do Santa Clara. Fizemos dois golos, podíamos ter feito mais. Fizemos um bom jogo. Não houve grandes problemas em termos defensivos para nós. Foi um jogo consistente."

2º parte

"Nos primeiros dez minutos da segunda parte não estivemos como estivemos no resto do jogo, mas são momentos que acontecem. É impossível uma equipa controlar, pressionar e ter o jogo na mão sempre durante 90 minutos, porque o adversário também joga e tem qualidade. Importante é perceber que, nesses momentos, a equipa está junta, independentemente do espaço que ocupa. Hoje, nos poucos momentos em que tivemos que defender, estivemos organizados."

Muitos avançados

"É saudável. É gerir da melhor forma, ver o que o jogo necessita. Se o jogo tivesse quatro ou cinco substituições, ficava contente, porque há ali gente que merece jogar. Mas temos muitos jogos pela frente e toda a gente vai ser importante. Essencial é que todos estejam envolvidos com o trabalho diário e com os objetivos da equipa."

Corona

"Foi só fadiga, uma situação normal. O Corona, nos últimos três jogos, foi sempre o jogador que correu mais, e isso vai-se notando na fadiga. Tínhamos o Mbemba no banco, que faz bem aquela posição, e acabei por mudar por essa precaução que temos que ter."

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.