A atravessar um momento complicado, face ao não cumprimento dos requisitos para a inscrição nos campeonatos profissionais, o V.Setúbal pdoeria ver na venda do internacional cabo-verdiano Hildeberto Pereira para os chineses do Kunshan FC, por 900 mil euros, um balão de oxigénio perante a situação atual.

Porém, apenas 35 por cento desse valor, ou seja, cerca de 315 mil euros, deverão ir para os cofres sadinos, visto ser essa a parte do passe do jogador detida pelo clube do Bonfim. Hildeberto foi formado no Benfica e as 'Águias' detém ainda 50 por cento do passe do atleta, pelo que também lucrarão com a sua venda.

Hildeberto Pereira, também conhecido por “Berto”, que passou toda a sua formação no Benfica, vai fazer a sua terceira aventura no estrangeiro depois de em 2016 e 2017 ter representado o Nottingham Forest, (Inglaterra) e Légia de Varsóvia (Polónia).

Em 2018 regressou a Portugal para representar o Vitória de Setúbal e logo no primeiro ano fez 30 jogos e cinco golos, sendo um dos intocáveis do reinado de Sandro Mendes, antigo internacional cabo-verdiano. Esta temporada foi novamente presença assídua na equipa titular dos setubalenses, com 30 jogos e três golos na conta pessoal.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.