O Sporting deixou-se empatar no tempo de compensação frente ao V. Setúbal e viu o FC Porto fugir no topo da classificação. Os leões inauguraram o marcador na primeira parte através de Bruno Fernandes, mas deixaram-se empatar já em tempo de compensação, numa grande penalidade convertida por Edinho.

Pouco mais de uma semana depois de ter defrontado o Cova da Piedade para a Taça de Portugal, o Sporting regressava ao estádio do Bonfim, desta feita para medir forças com o dono do reduto.

O Sporting vinha a Setúbal testar a sua condição de líder isolado, (FC Porto ainda tem que cumprir o encontro frente ao ao Estoril). Embate em teoria sempre complicado para os leões perante um Vitória que está em situação complicada na tabela (17º lugar), mas que se encontrava em recuperação depois de ter somado os últimos três encontros sem perder.

Depois de ter convocado Misic, Jorge Jesus acabou por deixar o reforço na bancada, repetindo o último onze deixando Rúben Ribeiro no onze titular. Já na equipa de José Peseiro, dos três jogadores que estavam em dúvida na equipa de José Peseiro, Costinha e João Amaral recuperaram, só Vasco Fernandes ficou de fora.

Um dos aliciantes da partida era perceber se Bas Dost voltava a ter veia goleadora depois dos dois hat-tricks apontados nas últimas jornadas. Mas não foi o holandês a criar o primeiro lance de perigo da partida, mas sim Gelson que conseguiu rematar à baliza logo a abrir, mas não assustou Cristiano. O Sporting na primeira parte tentou canalizar o jogo atacante através do lado esquerdo através de Coates e Acuña, sendo aqui Arnold um dos jogadores mais fustigados na defensiva sadina.

Ao minuto 19, o Sporting esteve próximo de inaugurar o marcador. Bas Dost teve o golo nos pés por duas vezes, mas o esférico foi interceptado pela defensiva do Vitória.

Ao minuto 26, foi a equipa de José Couceiro que esteve próxima do golo num tiraço de Arnold após alívio de Bas Dost, depois de um livre apontado por João Teixeira. A bola passou rente ao poste.

Bruno Fernandes tem sido um dos homens em evidência na equipa de Alvalade e esta semana foi condecorado pela Confederação do Desporto como a revelação do ano. O centrocampista voltou demonstrar créditos e instinto goleador. À passagem do minuto 31, depois de uma jogada de entendimento com Gelson Martins, Bruno Fernandes desviou para o fundo das redes. Antes do intervalo, Pedro Pinto, com um remate à meia volta ainda assustou Rui Patrício.

No segundo tempo, a partida abriu. Com o Vitória à procura do golo e o Sporting a tentar explorar o contra-ataque. Ao minuto 58, os leões quase fizeram 2-0. Depois da marcação de um livre, Coates penteou a bola de cabeça, com esta ainda a beijar o poste da baliza de Cristiano. Quase logo a seguir, foi Acuña que depois de uma má reposição de Cristiano esteve próximo de um tento monumental, numa tentativa de chapéu.

Ao minuto 74, teve lugar um dos momentos do jogo. Coates fez de Rui Patrício e impediu o golo de João Teixeira. Depois praticamente até ao final do encontro, o Sporting somou desperdício, com os jogadores dos leões a não tomarem, em situações claras de golo, as melhores opções.

No segundo tempo, voltou a aparecer o homem em maior evidência da partida. Depois de ter feito a assistência para primeiro golo de Bruno Fernandes, Gelson através de vários jogadas de antologia tentou desbloquear o marcador a favor dos leões. Num dos lances, o extremo ofereceu o golo a Bas Dost que em vez de rematar, colocou a bola em Bruno Fernandes. O médio dos leões também dispôs de excelente ocasião. Depois de ultrapassar alguns adversários, atirou ao poste.

Tamanho foi o desperdício leonino que o Sporting acabou por pagar cara a ineficácia e sofreu o golo do empate já em tempo de compensação. Mathieu carregou Edinho na área e Fábio Veríssimo assinalou grande penalidade. Na conversão, o avançado do Vitória empatou a partida nos descontos (90+5).

O Sporting acaba por deixar fugir dois pontos no Bonfim e a vitória na ponta final. O FC Porto chegou à liderança isolada, mesmo contando com uma partida a menos, após triunfo sobre o Tondela por 1-0.

 *artigo atualizado às 23h12 após a vitória do FC Porto

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.