Em jogo da 25ª jornada, o Vitória de Guimarães e o Sporting empataram a um golo, no Estádio D. Afonso Henriques. Matías Fernández marcou na primeira parte, na conversão de uma grande penalidade, e João Paulo empatou o desafio em cima dos 90'.

Este novo Sporting, da era Godinho Lopes, entrou forte numa casa bastante hostil como é a do Vitória de Guimarães e dominou os primeiros 45 minutos. No segundo tempo, os papéis inverteram-se e a equipa da casa foi a mais forte.

O primeiro golo do encontro surgiu na sequência de uma falta de Bruno Teles sobre Postiga dentro da grande área vimaranense e o árbitro João Capela não teve dúvidas em assinalar castigo máximo contra a equipa da casa, apesar dos muitos protestos.

O chileno Matías sentiu-se confiante para apontar e não falhou. Nilson ainda tocou na bola mas não conseguiu evitar o golo dos Leões ao minuto 22.

José Couceiro disse-o, e bem, na conferência de imprensa de antevisão deste encontro, que o grande problema do Sporting era a ineficácia nos momentos cruciais da equipa em frente à baliza. E esta tarde, em Guimarães, não foi excepção e o clube de Alvalade podia ter ido para o intervalo com uma vantagem mais simpática no primeiro tempo.

Nos primeiros 40 minutos, a equipa minhota foi um autêntico “fantasma branco”. Só nos últimos minutos do primeiro tempo é que a formação orientada por Manuel Machado ameaçou verdadeiramente a baliza de Rui Patrício com um bom remate de Toscano e outro de Jorge Ribeiro, de bola parada, à trave.

Se no primeiro tempo a equipa verde e branca dominou o encontro, na segunda o Vitória de Guimarães domou o Leão. Foi a vez da equipa minhota entrar melhor, seguindo-se uma chuva de grandes oportunidades de golo. Ora Rui Patrício defendia ora vimaranenses falhavam.

Vinte minutos depois do início do segundo tempo o jogo começou a “arder”, como se de uma final se tratasse, com os mais de 25 mil espectadores a transmitirem apoio às suas equipas.

O Vitória de Guimarães, que a partir do minuto 75 passou a jogar com quatro avançados, continuou a “carregar” enquanto o Sporting “sacudia” como podia.

Os minhotos tanto tentaram que, em cima do minuto 90, conseguiram estabelecer a igualdade graças a um remate certeiro de João Paulo.

Com este empate, o Sporting desce ao quarto lugar, uma vez que ontem o Sporting de Braga, ao vencer em Aveiro por 2-1, subiu para terceiro. O Vitória de Guimarães permanece na quinta posição mas vê assim comprometido os lugares da Europa, uma vez que Paços de Ferreira (6.º) ainda não jogou o seu desafio, agendado para esta segunda-feira.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.