O treinador do FC Porto deu uma conferência de imprensa muito curta no auditório do Estádio do Dragão, mostrando claramente o seu desânimo depois da derrota.
“Penso que este jogo, seguindo o seu ritmo normal, teríamos vencido, não houve falta de entrega e atitude, criámos ocasiões para vencer. A verdade é que o que fica para a história é o resultado. Perdemos e as coisas estão mais difíceis. Não vamos baixar os braços. Claro que tenho vontade de continuar a ser o treinador”, disse.
O FC Porto perdeu, este domingo, com o Estoril em casa por 0-1, em jogo da 20.ª jornada do campeonato português, que se disputou no Estádio do Dragão. Portistas perdem o segundo lugar para o Sporting, com mais dois pontos, e podem ficar a sete do primeiro lugar, caso o Benfica vença amanhã o Vitória de Guimarães no fecho da ronda. Cinco anos depois, o FC Porto perdeu no Estádio do Dragão para o campeonato.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.