O treinador Ulisses Morais afirmou hoje que o Rio Ave é o adversário mais difícil que o Beira-Mar vai defrontar até ao momento, em antevisão ao encontro da 12ª jornada da I Liga de futebol.

Em conferência de imprensa, o técnico sublinhou:

«É o adversário que vamos defrontar que nos apresenta maior grau de dificuldade até agora nesta época desportiva», mas garantiu que os vila-condenses vão ter de contar com uma equipa aveirense aguerrida.

Ulisses ressalvou que «a tabela classificativa ilustra a valia» do plantel orientado por Nuno Espírito Santo, acrescentando que «ao fim de onze jornadas, o quarto lugar parece justo, em virtude dos jogadores de grande qualidade e experiência que possui».

«A demonstração dessa qualidade reflete também o planeamento feito pelo clube, dentro do orçamento que tinha», frisou o técnico, que, apesar dos elogios, não parte para o encontro com qualquer tipo de «receio».

Ulisses abordou o momento da equipa, que venceu na última jornada (2-1 frente ao Gil Vicente), garantindo que está «numa altura em que tem vindo, de jogo para jogo, a evidenciar o que sabe fazer».

O treinador reforçou a mensagem de confiança no trabalho realizado pelos jogadores, afirmando que este «poderia ter dado o clique noutras alturas», mas relembrou que «lesões e castigos» têm condicionado a época aveirense.

Ulisses afirmou que «o relvado molhado e as condições meteorológicas adversas podem influenciar as características do jogo, mas vão ser iguais para as duas equipas», desvalorizando a questão.

O Beira-Mar, 13º classificado com 10 pontos, recebe o Rio Ave, quarto com 18, numa partida agendada para as 16h00 no Estádio Municipal de Aveiro e que vai contar com a arbitragem de Paulo Baptista (Portalegre).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.