Em Fevereiro de 2011, o Palmeiras de Scolari esteve interessado no avançado português mas o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, negou a saída de Nuno Gomes. Esta quarta-feira, o clube da Luz não prolongou o contrato com o avançado.

Na altura, o clube brasileiro ouviu um rotundo não por parte dos encarnados, mostrando que Nuno Gomes era uma peça valiosa no plantel de Jorge Jesus e um dos jogadores mais acarinhados pelos adeptos.

Na altura, o número 21, recebeu, segundo a imprensa nacional e estrangeira, inúmeras propostas de países como Brasil (Vasco da Gama, Flamengo, Santos e Palmeiras), Alemanha (Hamburgo), Turquia (Besiktas) e Suíça (Neuchatel).

Ainda nessa altura, Nuno Gomes confessou ter vontade de jogar mais um ou dois anos mas depois de ter visto, hoje, a sua ligação ao Benfica desvanecida resta-lhe esperar por propostas provenientes de outros países ou até mesmo de Portugal. Sendo que a hipótese de assumir um cargo directivo dentro do Benfica não está colocada de parte.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.