André Villas-Boas fez esta noite o 'mea culpa' que prometera após o jogo desta segunda-feira com o Guimarães (1-1), caso verificasse nas imagens televisivas que não havia um penálti a favor do FC Porto.

Numa nota publicada no site portista, o treinador retractou-se de algumas críticas dirigidas à actuação de Carlos Xistra. "Na sequência de uma série de imagens proporcionadas hoje pela TVI sobre o lance na grande área do Guimarães, e que originou a minha expulsão, confirma-se que não há realmente caso para grande penalidade. Nessa jogada as críticas são infundadas e injustas", refere Villas-Boas na nota exposta no site dos dragões.

Todavia, esta tomada de posição não refreia algum desagrado relativamente à arbitragem de Carlos Xistra e mantém a expectativa pela análise do presidente da Comissão de Arbitragem da Liga, Vítor Pereira.

"No entanto, esta reapreciação não apaga uma sequência de erros, cuja referência mantenho e que devem ser analisados à 10ª jornada. Estaremos, pois, atentos ao rigor e à ponderação dados pelo presidente da Comissão de Arbitragem às faltas de Ricardo e João Alves sobre Falcao e João Moutinho, respectivamente, e à entrada violenta por trás do João Paulo sobre Falcao. Para além disto, houve dois foras-de-jogo mal assinalados, sendo que um dos quais deixava o Falcao isolado frente ao guarda-redes", frisou.

O FC Porto empatou na segunda-feira 1-1 com o Guimarães, no encerramento da sétima jornada, num jogo que colocou um ponto final na marcha vitoriosa dos dragões na Liga. 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.