Vítor Baia, que deu a cara pela causa desde a primeira hora, considera-a de "crucial importância", sublinhando que o projecto "Manual Digital" faz reverter parte das receitas para a criação da nova ala pediátrica.

O ex-guarda-redes, que falava na condição de presidente da Fundação Vítor Baia, doou dois computadores com o "software" instalado e disse que já se sentia parte integrante da família do Hospital de São João.

O objectivo do "Projecto Joãozinho" consiste em dotar o hospital com condições dignas para as crianças e a presença da fundação a que preside nesta causa visa "contribuir para tornar o sonho realidade".

O "Manual Digital" vai ser comercializado para apoiar todas as crianças, dado o seu valor didáctico, ao mesmo tempo que os profissionais de Pediatria do Hospital de São João serão preparados para utilizar esta nova tecnologia.

Os computadores entregues por Vítor Baia ao hospital têm a particularidade de facilitar às crianças doentes o contacto e acompanhamento com o ambiente escolar, minimizando as ausências das aulas.

O presidente do Conselho de Administração do Hospital de São João, António Ferreira, recordou que as condições das actuais estruturas que albergam os serviços pediátricos da unidade são "miseráveis".

António Ferreira anunciou a intenção de, cumpridos os processos legais, iniciar a construção da nova ala pediátrica em 2010, garantindo que esta não colide, nem é antagónica, ao centro materno infantil do Centro Hospitalar do Porto.

"Não há desajustamentos com a política regional de saúde", considerou António Ferreira, considerando que ambos os serviços, a nova ala pediátrica e centro materno, se complementam sem colidir

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.