Vítor Pereira refutou de forma taxativa a acusação de "pressões" de que foi alvo por parte de Marco Ferreira, o árbitro internacional que foi despromovido no final desta temporada.

Em declarações à Rádio Renascença, o presidente do Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) sublinhou que o que existia eram apenas "contactos", como o que terá acontecido por ocasião do jogo Rio Ave-Benfica.

"Pressões? Não... O que existem são contactos entre o presidente e restantes membros do Conselho de Arbitragem com os seus árbitros sempre com intuito de motivar, transmitir confiança para os jogos. Eu percebo o estado de espírito de desalento e tristeza, mas o processo de nomeações é autónomo das avaliações", referiu o líder do Conselho de Arbitragem.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.