William Carvalho poderia ter ingressado no Benfica mas optou por rumar ao Sporting. Em entrevista ao site ´MaisFutebol`, o médio explicou as razões de ter optado pelos ´leões` em detrimento das ´águias`.

"A paixão pelo Sporting [fez recusar o Benfica]. Sendo sportinguista e sabendo que o Sporting apostava mais nas camadas jovens, achei que entre um clube e outro não havia escolha. Então quando fui treinar ao Benfica o Sami [colega que acompanhou William aos treinos no Seixal] foi lá ter comigo, a dizer-me para ficar, que era um grande clube. Mas não foi possível, queria mesmo era o Sporting...", explicou William.

Com a recusa em ir para o Benfica, William Carvalho chegou a pensar que tinha perdido o ‘comboio’ do futebol.

"Pensei, até porque o Benfica foi o primeiro grande a abordar-me. Cheguei a ir treinar ao Seixal. Mas depois, felizmente, apareceu o Sporting", atirou.

Ainda na mesma entrevista ao ´MaisFutebol`, o recém campeão da Europa agradeceu a Leonardo Jardim por ter apostado nele no Sporting. William confessa que sempre teve o sonho de representar a seleção mas que nunca pensou sem ser campeão europeu por Portugal.

O médio recordou a infância e o caminho que percorreu até chegar a elite do futebol.

"Sempre soube que para chegar a algum lado tinha de fazer sacrifícios. Mas eu não era especial: havia muitos miúdos como eu a fazer sacrifícios. Muitos miúdos tinham de sair de casa dos pais aos 13 anos e ir viver para a Academia, coisa que eu não tive de fazer. Sei que para esses rapazes foi muito difícil. Joguei com colegas que tinham tanta ou mais qualidade do que eu, que fizeram tantos ou mais sacrifícios do que eu... Acho que é acima de tudo uma questão de trabalho e de oportunidade”, comentou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.