William apontou quatro golos nos últimos quatro jogos, tendo ficado somente em branco no jogo com a Naval 1.º de Maio, com destaque para os dois tentos que valeram o triunfo frente ao Nacional (2-1), algo que explica com "melhores níveis de confiança".

"A chegada do 'mister' Ulisses Morais foi importante, porque uma mudança de treinador mexe sempre com a motivação do grupo e as conversas que mantivemos serviram para me passar coisas boas. A confiança voltou", disse William à agência Lusa.

O jogador diz-se "bastante feliz" por voltar a marcar dois golos, num registo que esta época ascende aos cinco tentos na Liga de futebol, mais dois na Taça de Portugal, e torce por uma época diferente da anterior.

"Na época passada, estava bem, mas a lesão veio complicar. Este ano, comecei menos bem, mas já voltei a marcar. Entrar na corrida pelo título de goleador não será fácil, mas tudo pode acontecer nas 17 jornadas que faltam, ainda que o mais importante seja o sucesso do Paços de Ferreira", sublinhou.

William disse ainda à Lusa que pretende manter elevados os níveis de eficácia, a começar já pelo Sporting de Braga, sexta-feira, uma equipa que o avançado brasileiro considera candidata ao título.

"Acho que o Braga é hoje um dos candidatos ao título. Não é à toa que lidera a prova, e tem tudo para chegar lá: do guarda-redes aos avançados são todos fortes. Vamos respeitar, mas sem tremer, e tentar fazer valer o factor-casa", referiu, esperando voltar a marcar e ajudar ao triunfo pacense.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.