O Atlético, da II Liga de futebol, venceu hoje o primodivisionário Nacional, por 3-1, em jogo particular que serviu de preparação para o início da temporada e para as equipa testarem as novas contratações e soluções táticas.

O Nacional apostou essencialmente num 4-3-3 enquanto o Atlético deambulou entre um 3-5-2 e um 3-4-2-1, dando sinais que a dupla técnica constituída por Pedro Hipólito e Jorge Andrade vai apostar num futebol simultaneamente mais compacto e mais matreiro.

O colombiano Palácios colocou a equipa da Tapadinha a vencer, aos 58 minutos, depois do empate registado ao intervalo (1-1), fruto dos golos do ‘madeirense' Cas Peters, aos 34, e de Quinaz de grande penalidade, aos 43.

Com um onze inicial mais maduro, o Nacional testou no primeiro tempo os reforços Nené Bonilha e Cas Peters, ao passo que o Atlético, fruto da ‘revolução' no plantel colocou os recém-contratados Duarte Machado, Jorge Ribeiro, Diogo Pires, Maurício, Nelson Mendes e Djikiné.

O resultado ficou selado por intermédio de Jorge Ribeiro, aos 61 minutos. O lateral esquerdo cobrou na perfeição um livre direto, levando a melhor sobre o guarda-redes Kevin, que tinha rendido Rui Silva ao intervalo.

O Atlético apresenta-se aos sócios este sábado, às 18:00, diante do Olhanense, no Estádio da Tapadinha.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.