O médio Castro, de 31 anos, que começou a carreira ao serviço do Fafe, é uma das figuras principais do Moreirense. Com a equipa minhota, que esteve na liga principal durante três temporadas, entre 2002/03 e 2004/05, o jogador disputou vários escalões.

A poucos dias do primeiro jogo para a Liga de Honra, o capitão do Moreirense – equipa que quatro anos depois conseguiu regressar ao futebol profissional - aponta a manutenção como “principal objectivo do clube”, apesar de “sonhar com voos mais altos ser sempre bom e até positivo”.

“Subir é difícil, porque acabámos de chegar e temos que nos concentrar na manutenção. É prematuro falar em voos mais altos, embora até seja positivo ter esse espírito. A equipa do Moreirense está a ser reestruturada, por isso acho que devemos focar-nos em um objectivo de cada vez”, disse Castro.

Em jeito de comentário ao plantel atual, o médio destacou a “qualidade dos que entraram” e a “vontade de fazer boa figura dos que já cá estão”, para concluir que “as atenções estão voltadas para o objectivo chamado manutenção”.

“Este campeonato é muito equilibrado e sei que algumas equipas se reforçaram muito. Existem, logo de início, três/quatro candidatos à subida, mas ao longo das jornadas surgirão sete/oito equipas com potencial para atacar esse objectivo. Somos ambiciosos, mas temos os pés assentes na terra. O objectivo é ganhar jogo a jogo. Se na reta final estivermos numa posição que nos possibilite falar de mais alguma coisa, logo se vê”, afirmou o médio do Moreirense.

Questionado sobre quais os ingredientes necessários para fazer uma boa época, o capitão minhoto destacou a “humildade do clube” e a “capacidade de trabalho de todos os jogadores”. “Com humildade e empenho podemos fazer boa figura. Acredito num bom campeonato”, concluiu.

O Moreirense joga, no sábado, pelas 17h00 frente ao Estoril-Praia, o primeiro teste neste regresso à Liga de Honra. A estreia no campeonato nacional terá como palco o estádio de Moreira de Cónegos, equipamento desportivo que tem vindo a ser alvo de melhoramentos, nomeadamente ao nível do relvado.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.