A Académica só tem 13 jogadores disponíveis para o jogo com o Rio ave, da 18.ª jornada da II liga de futebol, agendado para segunda-feira, em Coimbra, anunciou hoje o clube de Coimbra.

Em comunicado, a ‘briosa’ refere que dos 13 atletas do plantel principal disponíveis alguns limitaram-se “a uma sessão de treino, após o regresso dos respetivos períodos de isolamento e com as consequências conhecidas, ou seja, embora regulamentarmente aptos, não estão fisicamente aptos”.

Os ‘estudantes’ lamentam que o Rio Ave não tenha ainda dado resposta ao pedido formal de adiamento da partida, remetendo a decisão para a Liga Portuguesa de Futebol Profissional, cujos regulamentos apontam para que os clubes que tenham, no mínimo, 13 atletas, incluindo um guarda-redes, para ir a jogo.

“Esta atitude da direção do emblema vila-condense, a confirmar-se que não responderá ao nosso repto, ou que o fará negativamente, ficará indelevelmente pautada pela falta de ‘fair-play’”, lê-se no comunicado.

Caso se confirme a realização da partida, a Académica garante que vai “à luta com os jogadores que tem”.

“Iremos, contra tudo e contra todos, com a força da nossa vontade e das nossas convicções, conscientes que, é sempre preferível perder um jogo de futebol, do que perder a face…”, sublinha a direção, que apela ao apoio em massa dos sócios e adeptos na partida agendada para as 18:00, no Estádio Cidade de Coimbra.

Com 16 jornadas disputadas, os ‘estudantes’ somam oito pontos, com apenas uma vitória, ocupando a 17.ª e penúltima posição da II Liga de futebol.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.