O presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Fernando Gomes, afirmou hoje que vai pedir a intervenção de “entidades internacionais” de forma a ajudar a Académica a recuperar “o mais rapidamente” a sua academia.

“Vamos tentar junto de entidades internacionais algum apoio para este tipo de catástrofes e assim minimizar o impacto negativo que estas situações acarretam. Queremos ajudar na medida do possível para que rapidamente a Académica volte às suas instalações para treinar e jogar”, afirmou Fernando Gomes, após uma visita às instalações da ‘briosa’, no âmbito dos estragos causados pelo mau tempo.

No sábado, a Académica anunciou que a sua Academia de futebol, em Coimbra, sofreu prejuízos de grande dimensão na sequência do mau tempo.

“Encontrámos aqui uma situação de devastação em termos de campos, mas também de instalações para acolher as equipas da Académica”, confessou o presidente da FPF.

Também em declarações aos jornalistas, o presidente da Académica assumiu que o regresso à normalidade irá ser um “processo longo e demorado”, embora na próxima semana já seja esperado que algumas equipas possam treinar no recinto.

“Há alguns estragos que não vão ser possíveis resolver num curto espaço de tempo. São danos de custos avultados, embora para já ainda seja impossível chegar a um valor final”, explicou Pedro Roxo.

Entretanto, a Académica já abriu uma conta solidária para receber donativos que possam contribuir para a recuperação do centro de treinos.

Devido aos danos, a 'briosa' tem preparado no Estádio do Condeixa o jogo com a Oliveirense, da 14.ª jornada da II Liga, que se disputa no sábado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.