O Leixões anunciou que vai receber à porta fechada o Atlético, na terceira jornada da Taça da Liga de futebol, após o Tribunal Administrativo de Círculo de Lisboa ter indeferido a providência cautelar apresentada pelo clube de Matosinhos.

«Como tal, a Comissão Executiva da Liga deliberou que a sanção de um jogo à porta fechada, então aplicada, terá de ser cumprida no próximo jogo oficial a realizar no Estádio do Mar, que é a referida receção ao Atlético», pode ler-se no comunicado do Leixões, aludindo ao encontro agendado para 04 de agosto.

Em abril, o Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) puniu o Leixões com um jogo à porta fechada, por comportamento racista dos seus adeptos, durante o jogo com o Belenenses, da 11.ª jornada da II Liga, disputado em 27 de outubro de 2012, em Matosinhos, e terminou com o empate a um golo.

Na sequência desse castigo, que na altura foi o primeiro a punir comportamento racista no desporto em Portugal, o Leixões interpôs uma providência cautelar, que foi agora indeferida.

Em 05 de julho, o Conselho de Disciplina (CD) da FPF decidiu aplicar idêntico castigo ao Nacional, devido a cânticos racistas no encontro da última época com o Olhanense, da 20.ª jornada da I Liga.

Nesse mesmo dia, o clube madeirense anunciou que iria recorrer da sanção, que deveria ser cumprida no primeiro jogo em casa, em 25 de agosto, quando o Nacional vai receber o Vitória de Guimarães, em partida da segunda jornada da I Liga.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.