O Nacional, líder da II Liga, pode garantir no domingo o regresso à I Liga de futebol, um ano depois, e o estreante Real Massamá selar a ‘queda’ para onde estava em 2016/17, o Campeonato de Portugal.

Depois de 15 épocas consecutivas entre os ‘grandes’, desde 2002/03, os insulares ficaram em último na I Liga 2016/17 e desceram, mas podem, agora, ‘carimbar’ o regresso, embora não dependem apenas de um triunfo no sábado, na receção ao Leixões, mas igualmente de outros resultados, no domingo.

Para garantirem a subida na 36.ª ronda, com duas por disputar, os comandados de Costinha, que somam 64 pontos, estão obrigados a vencer e, depois, esperar boas notícias dos embates da Académica (60), que se desloca à Covilhã, do Santa Clara (60), de visita à Oliveirense, e do jogo entre Arouca (59) e Penafiel (58).

Das 27 conjugações possíveis, entre os três encontros, quase metade (13) servem ao Nacional, mas só uma inclui a vitória do Arouca: se a equipa de Miguel Leal ganhar, a equipa madeirense só sobe se a Académica e o Santa Clara perderem.

No que respeita aos restantes 12 casos, metade contemplam a vitória do Penafiel e a outra o empate em Arouca, combinados com desaires de Académica e Santa Clara ou de um deles, mais o empate ou o triunfo do outro.

As outras 14 conjugações não garantem, desde já, a subida do Nacional, que conta 18 presenças na divisão principal e tem como melhor registo dois quartos lugares, em 2003/04 e 2008/09, campeonatos em que só perdeu para os três ‘grandes’.

Se o conjunto do Funchal pode voltar à I Liga, o Real Massamá está, praticamente, condenado à descida, bastando, por exemplo, que, até final, o Sporting de Braga B consiga um ponto, nos três encontros que tem para realizar.

A formação dos arredores de Lisboa, que está a cumprir a época de estreia na II Liga, pode tombar já na ronda 36, sendo que para o evitar tem de vencer a receção ao Cova da Piedade, num embate marcado para as 16:00 de domingo.

O triunfo no seu jogo não é, porém, suficiente, pois o Real necessita ainda que o Sporting de Braga B perca na deslocação ao FC Porto B e ainda que o União da Madeira não vença em Famalicão, em dois jogos que começam à mesma hora do embate de Massamá.

A três rondas do fim, de uma prova em que os últimos quatro são despromovidos, o Real Massamá é 20.º colocado, com 31 pontos, contra 35 do Gil Vicente (19.º), 36 do Sporting B (18.º), 38 do União da Madeira (17.º) e 40 do Sporting de Braga B, a primeira equipa acima da ‘linha de agua’, no 16.º posto.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.