Rui Melo Cordeiro, que foi eleito há menos de uma semana como presidente do Clube Desportivo Santa Clara, é o novo presidente da SAD, informou esta quinta-feira o dirigente em conferência de imprensa.

"Foi colocada à votação a eleição do senhor André Feliciano na qualidade de administrador, do senhor Miguel Simas na qualidade de administrador e de Rui Melo Cordeiro na qualidade de presidente do conselho de administração. Esta proposta de deliberação foi colocada à votação e mereceu a aprovação por mais de 53% de votos dos acionistas da Santa Clara Açores SAD", afirmou Rui Melo Cordeiro numa conferência de imprensa realizada na sede do clube.

A decisão surgiu na sequência de uma assembleia-geral anual da Santa Clara, Açores, Futebol, SAD, que estava prevista para o dia 10 de julho, mas que acabou por ser antecipada para quarta-feira para aprovação de contas de 2013/2014, para se poder proceder à inscrição da equipa nos campeonatos profissionais da Liga Portuguesa de Futebol.

Segundo Rui Melo Cordeiro, na sequência de terem sido levantadas algumas questões que ficaram sem resposta, foi pedida a destituição do restante conselho de administração da SAD, nomeadamente do presidente e de um dos administradores, já que ainda antes da reunião Raul Monteiro terá pedido a demissão do cargo de vogal do conselho de administração.

"Informamos que foi proposta a assembleia-geral da Santa Clara Açores Futebol SAD a destituição do presidente do conselho de administração Mário Jorge Freitas Batista e do administrador Domingos Viveiros. Esta proposta que está incluída legalmente na apreciação e fiscalização da sociedade foi colocada à votação e mereceu a aprovação de todos os acionistas presentes", esclareceu o agora presidente do Clube Desportivo Santa Clara e da SAD, adiantando que Mário Batista terá de enfrentar uma ação de responsabilidade civil para apurar a responsabilidade de eventuais danos patrimoniais.

Para Rui Melo Cordeiro, trata-se de "um momento de viragem" e de "um novo projeto desportivo" que deverá surgir a breve trecho, sendo que todos os contratos estabelecidos até aqui serão alvo de uma análise, quer nomeadamente a novos jogadores já anunciados quer ao novo treinador Horácio Gonçalves.

"O que nós iremos fazer é analisar esses contratos, verificar se os mesmos já foram assinados e de acordo com o que está lá, porque nós não sabemos se foram assinados ou não, e só depois de uma análise é que nos podemos pronunciar de uma forma esclarecida", disse.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.